Make your own free website on Tripod.com

 SINAIS DOS TEMPOS

Retornar a  página matérias

 Retornar à página inicial

O DIZIMO

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O DÍZIMO Á LUZ DA PALAVRA DE DEUS

1. O que era e de quem era o dízimo? Quem se alimentava com o Dízimo? Lev 27:30,32 - Números 18:21 - Deut. 14:29.

Também todos os dízimos da terra, quer dos cereais, quer do fruto das árvores, pertencem ao senhor; santos são ao Senhor. - Quanto a todo dízimo do gado e do rebanho, de tudo o que passar debaixo da vara, esse dízimo será santo ao Senhor.

Eis que aos filhos de Levi tenho dado todos os dízimos em Israel por herança, pelo serviço que prestam, o serviço da tenda da revelação.

Então virá o levita (pois nem parte nem herança tem contigo), o peregrino, o órfão, e a viúva, que estão dentro das tuas portas, e comerão, e fartar-se-ão; para que o Senhor teu Deus te abençoe em toda obra que as tuas mãos fizerem.

O Dizimo era o fruto da terra, 10% da produção rural, e pertencia a Deus, e era usado na alimentação dos levitas, que não tinha possessões e ou patrimônio e dos órfãos, viúvas, estrangeiros e necessitados.

2. O Que os sacerdotes  estavam fazendo com os dízimos pagos pelos israelitas? Estavam cuidando em manter o povo fiel a Deus, seguindo suas leis e atendendo os necessitados conforme Deus ordenara ou não? Malaquias 02:01,02,07,08; 03:08-10

Agora, ó sacerdotes, este mandamento e para vós. Se não ouvirdes, e se não propuserdes no vosso coração dar honra ao meu nome, diz o Senhor dos exércitos, enviarei a maldição contra vós, e amaldiçoarei as vossas bênçãos; e já as tenho amaldiçoado, porque não aplicais a isso o vosso coração. - Pois os lábios do sacerdote devem guardar o conhecimento, e da sua boca devem os homens procurar a instrução, porque ele é o mensageiro do Senhor dos exércitos. Mas vós vos desviastes do caminho; a muitos fizestes tropeçar na lei; corrompestes o pacto de Levi, diz o Senhor dos exército

Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas alçadas. Vós sois amaldiçoados com a maldição; porque a mim me roubais, sim, vós, esta nação toda. Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim, diz o Senhor dos exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós tal bênção, que dela vos advenha a maior abastança..

Os sacerdotes estavam roubando os dízimos e ofertas e deixando os necessitados morrer de Fome. A historia conta que as famílias de Anás e Caifás eram as mais ricas de toda palestina, pois 'trocavam' os dízimos e ofertas e animais para sacrifícios oferecendo animais doentes e coxos (Vide Malaquias 01:07).

3. Jesus aprovou o que se estava fazendo no Templo, quando se 'negociava' e se 'comprava e vendia' animais e coisas para sacrificio? Como reagiu Jesus à mistura de religião e negócio em seu tempo? João 2:14-16.

E encontrou no templo os que vendiam bois, ovelhas e pombas e também os cambistas assentados; tendo feito um azorrague de cordas, expulsou todos do templo, bem como as ovelhas e os bois, derramou pelo chão o dinheiro dos cambistas, virou as mesas e disse aos que vendiam as pombas: Tirai daqui estas coisas; não façais da casa de meu Pai casa de negócio

4. Se a prosperidade resulta da fidelidade a Deus, como ensina os "pastores da prosperidade", é de se imaginar que Jesus teria sido o homem mais rico do planeta. Mas foi isto o que, de fato aconteceu? Era Cristo pobre ou rico? Mateus 8:20.

Mas Jesus lhe respondeu: As raposas têm seus covis, e as aves do céu, ninhos; mas o Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça.

5. Jesus confirmou a idéia de que Deus trata o dizimista de modo diferente, especial? Mateus 5:45. 

...para que vos torneis filhos do vosso Pai celeste, porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons e vir chuvas sobre justos e injustos.

6. Na comparação feita por Cristo entre um dizimista e um não-dizimista, quem foi aceito e justificado por Deus? Lucas 18:10-14.

Dois homens subiram ao templo com o propósito de orar: um, fariseu, e o outro, publicano. O fariseu, posto em pé, orava de si para si mesmo, desta forma: Ó Deus, graças te dou porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros, nem ainda como este publicano; jejuo duas vezes por semana e dou o dízimo de tudo quanto ganho. O publicano, estando em pé, longe, não ousava nem ainda levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: Ó Deus, sê propício a mim, pecador! Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque todo o que se exalta será humilhado; mas o que se humilha será exaltado.

7. Que recomendação e promessa fez Jesus aos que se preocupam com a prosperidade financeira? Mateus 6:24-33.

Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer-se de um e amar ao outro, ou se devotará a um e desprezará ao outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas. Por isso, vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo, mais do que as vestes? (....) Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos? Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas; buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.

8. Era a prosperidade uma característica dos seguidores de Jesus? Lucas 6:20-25.

Então, olhando ele para os seus discípulos, disse-lhes: Bem-aventurados vós, os pobres, porque vosso é o reino de Deus. Bem-aventurados vós, os que agora tendes fome, porque sereis fartos. Bem-aventurados vós, os que agora chorais, porque haveis de rir. Bem-aventurados sois quando os homens vos odiarem e quando vos expulsarem da sua companhia, vos injuriarem e rejeitarem o vosso nome como indigno, por causa do Filho do Homem. Regozijai-vos naquele dia e exultai, porque grande é o vosso galardão no céu; pois dessa forma procederam seus pais com os profetas. Mas ai de vós, os ricos! Porque tendes a vossa consolação. Ai de vós, os que estais agora fartos! Porque vireis a ter fome. Ai de vós, os que agora rides! Porque haveis de lamentar e chorar.

9. Que disse Jesus a um moço rico que se dispunha segui-lo? Mateus 19:21-22.

Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende os teus bens, dá aos pobres e terás um tesouro no céu; depois, vem e segue-me. Tendo, porém, o jovem ouvido esta palavra, retirou-se triste, por ser dono de muitas propriedades.

10. Quer dizer que é impossível que um rico seja salvo? Lucas 18:24-26.

E Jesus, vendo-o assim triste, disse: Quão dificilmente entrarão no reino de Deus os que têm riquezas! Porque é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no reino de Deus. E os que ouviram disseram: Sendo assim, quem pode ser salvo? Mas ele respondeu: Os impossíveis dos homens são possíveis para Deus.

11. A que Jesus comparou a fascinação que as riquezas exercem sobre a mente humana? Marcos 4:18-19.

Os outros, os semeados entre os espinhos, são os que ouvem a palavra, mas os cuidados do mundo, a fascinação da riqueza e as demais ambições, concorrendo, sufocam a palavra, ficando ela infrutífera.

12. Como respondeu Jesus a um homem que lhe pediu para resolver um problema financeiro pendente com o irmão dele? Lucas 12:13-21.

"Nesse ponto, um homem que estava no meio da multidão lhe falou: Mestre, ordena a meu irmão que reparta comigo a herança. Mas Jesus lhe respondeu: Homem, quem me constituiu juiz ou partidor entre vós? Então, lhes recomendou: Tende cuidado e guardai-vos de toda e qualquer avareza; porque a vida de um homem não consiste na abundância dos bens que ele possui. E lhes proferiu ainda uma parábola, dizendo: O campo de um homem rico produziu com abundância. E arrazoava consigo mesmo, dizendo: Que farei, pois não tenho onde recolher os meus frutos? E disse: Farei isto: destruirei os meus celeiros, reconstruí-los-ei maiores e aí recolherei todo o meu produto e todos os meus bens. Então, direi à minha alma: tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe e regala-te. Mas Deus lhe disse: Louco, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será? Assim é o que entesoura para si mesmo e não é rico para com Deus."

13. Como deve o ser humano agir para não entesourar para si mesmo e ser rico para com Deus? Mateus 6:19-21:

Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam; porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração.

14. E para ajuntar tesouros no céu, como devemos lidar com o dinheiro e nossas posses? Lucas 12:33-34.

Vendei os vossos bens e dai esmola; fazei para vós outros bolsas que não desgastem, tesouro inextinguível nos céus, onde não chega o ladrão, nem a traça consome, porque, onde está o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.

15. Esse tipo de fidelidade a Deus no uso de nossos recursos financeiros, será recompensado quando, agora (com mais prosperidade) ou no futuro? Mateus 23:34-40.

Então, dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai! Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo. Porque tive fome, e me destes de comer; tive sede, e me destes de beber; era forasteiro, e me hospedastes; estava nu, e me vestistes; enfermo, e me visitastes; preso, e fostes ver-me. Então, perguntarão os justos: Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer? Ou com sede e te demos de beber? E quando te vimos forasteiro e te hospedamos? Ou nu e te vestimos? E quando te vimos enfermo ou preso e te fomos visitar? O Rei, respondendo, lhes dirá: Em verdade vos afirmo que, sempre que o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.

16. E quanto ao sustento da Obra missionária, que recomendação fez Jesus aos apóstolos? Disse-lhes para cobrar dízimo dos interessados e conversos? Mateus 10:8-10.

Curai enfermos, ressuscitai mortos, purificai leprosos, expeli demônios; de graça recebestes, de graça dai. Não vos provereis de ouro, nem de prata, nem de cobre nos vossos cintos; nem de alforje para o caminho, nem de duas túnicas, nem de sandálias, nem de bordão; porque digno é o trabalhador do seu alimento.

17. Depois da ascensão de Cristo aos Céus, encheram os apóstolos os bolsos de dízimo? Atos 3:6.

Pedro, porém, lhe disse: Não possuo nem prata nem ouro, mas o que tenho, isso te dou: em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, anda!

18. Que palavras de Cristo foram citadas pelo apóstolo Paulo para mostrar que o próprio pastor/pregador pode garantir seu sustento e ainda ajudar aos pobres? Atos 20:35.

Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é mister socorrer os necessitados e recordar as palavras do próprio Senhor Jesus: Mais bem-aventurado é dar que receber.

19.O que aconteceu com o Dízimos após a substituição do sistema de sacerdotes Levitas pelo Sacerdócio de Cristo? Hebreus 07:11-18

De sorte que, se a perfeição fosse pelo sacerdócio levítico (pois sob este o povo recebeu a lei), que necessidade havia ainda de que outro sacerdote se levantasse, segundo a ordem de Melquisedeque, e que não fosse contado segundo a ordem de Arão? Pois, mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também mudança da lei, Porque aquele, de quem estas coisas se dizem, pertence a outra tribo, da qual ninguém ainda serviu ao altar, visto ser manifesto que nosso Senhor procedeu de Judá, tribo da qual Moisés nada falou acerca de sacerdotes. E ainda muito mais manifesto é isto, se à semelhança de Melquisedeque se levanta outro sacerdote, que não foi feito conforme a lei de um mandamento carnal, mas segundo o poder duma vida indissolúvel.Porque dele assim se testifica: Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque. Pois, com efeito, o mandamento anterior é ab-rogado por causa da sua fraqueza e inutilidade.

O dizimo Levita, juntamente com o Sacrifício de Animais e todo o ritual levítico, fora contemplado na Cruz, e fora ab-rogado. Os Cristão primitivos, em nenhuma instancia, eram dizimistas. Nenhum apóstolo jamais recebeu dízimos de quem quer que fosse.

20.Diante do que diz a Bíblia sobre a prosperidade, especialmente nos Evangelhos, onde ocorre a revelação máxima do caráter de Deus, que decisão irá você tomar: Aceitará o "evangelho do dízimo", que prega a prosperidade através do pagamento de 10% da renda ao "dono de tudo", ou confiará unicamente em Jesus Cristo para sua salvação? I Reis 18:21.

Então, Elias se chegou a todo o povo e disse: Até quando coxeareis entre dois pensamentos? Se o SENHOR é Deus, segui-o; se é Baal, segui-o. Porém o povo nada lhe respondeu.

21.Deus amaldiçoa quem, atualmente, não pagar ou devolver o dízimo? Colos 02:14 - Hebreus 07:12,18

"Pois, com efeito, o mandamento anterior é ab-rogado por causa da sua fraqueza e inutilidade" "e (Jesus) havendo riscado o escrito de dívida que havia contra nós nas suas ordenanças, o qual nos era contrário, removeu-o do meio de nós, cravando-o na cruz"

22. Como o apóstolo Paulo se mantinha em sua pregação, e o que ele aconselhou aos que pregassem o evangelho? II Tess 03: 07-12 - II Cor 12:04,15-18 - Atos 20:33-34

Porque vós mesmos sabeis como deveis imitar-nos, pois que não nos portamos desordenadamente entre vós, nem comemos de graça o pão de ninguém, antes com labor e fadiga trabalhávamos noite e dia para não sermos pesados a nenhum de vós. Não porque não tivéssemos direito, mas para vos dar nós mesmos exemplo, para nos imitardes. Porque, quando ainda estávamos convosco, isto vos mandamos: se alguém não quer trabalhar, também não coma.

Porquanto ouvimos que alguns entre vós andam desordenadamente, não trabalhando, antes intrometendo-se na vida alheia; a esses tais, porém, ordenamos e exortamos por nosso Senhor Jesus Cristo que, trabalhando sossegadamente, comam o seu próprio pão. 

Eis que pela terceira vez estou pronto a ir ter convosco, e não vos serei pesado, porque não busco o que é vosso, mas sim a vós; pois não são os filhos que devem entesourar para os pais, mas os pais para os filhos. --- Eu de muito boa vontade gastarei, e me deixarei gastar pelas vossas almas. Se mais abundantemente vos amo, serei menos amado? Mas seja assim; eu não vos fui pesado; mas, sendo astuto, vos tomei com dolo. Porventura vos explorei por algum daqueles que vos enviei?

De ninguém cobicei prata, nem ouro, nem vestes. Vós mesmos sabeis que estas mãos proveram as minhas necessidades e as dos que estavam comigo. 

Nem Paulo nem seus colaboradores exploravam ou pediam dinheiro aos crentes. 

22.Qual foram os conselhos e advertências de Paulo sobre o que viria após sua morte? Atos 20:29-35

Eu sei que depois da minha partida entrarão no meio de vós lobos cruéis que não pouparão rebanho, e que dentre vós mesmos se levantarão homens, falando coisas perversas para atrair os discípulos após si. Portanto vigiai, lembrando-vos de que por três anos não cessei noite e dia de admoestar com lágrimas a cada um de vós. Agora pois, vos encomendo a Deus e à palavra da sua graça, àquele que é poderoso para vos edificar e dar herança entre todos os que são santificados.

De ninguém cobicei prata, nem ouro, nem vestes. Vós mesmos sabeis que estas mãos proveram as minhas necessidades e as dos que estavam comigo. Em tudo vos dei o exemplo de que assim trabalhando, é necessário socorrer os enfermos, recordando as palavras do Senhor Jesus, porquanto ele mesmo disse: Coisa mais bem-aventurada é dar do que receber. 

Paulo jamais cobrou dízimos, pois o sistema de cobranças de dízimos assim como o de sacrifícios de animais, fora substituído pelo sacerdócio de Cristo, sacerdócio esse muito superior ao sacerdócio mosaico. Na cruz, a lei do dizimo, dos sacrifícios, da circuncisão e todo o mais relacionado ao templo fora substituído pelo nosso sacerdote Jesus Cristo. 

Paulo patrocinava a contribuição para o auxilio mútuo das igrejas que estavam em necessidade, mas, jamais para si, e mesmo assim, mandava que "Cada um contribuísse conforme tivesse posto no coração" e que, ao se coletar as doações, 'mandaria entregar aos irmãos" carentes (Vide I Cor 16:01-03 -). Paulo jamais coargiu quem quer que fosse a doar mesmo para auxilio dos irmãos (vide II Cor cap. 08 e 09) e mais, Paulo Disse "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, nem por constrangimento; porque Deus ama ao que dá com alegria." (II Cor 09:07), isto, para o auxilio dos santos, assim como o dizimo caducado na cruz, era o fruto da terra e fora destinado para auxilio dos pobres, viúvas, órfãos, estrangeiros e sacerdotes. Devemos sim, ajudar os irmãos e os pregadores, em suas necessidades, e quando assim o fizermos, estaremos fazendo a Cristo. Mas, nunca considerando que se não 'pagar', 'devolver' ou entregar 10% de nossas rendas, seremos com isso amaldiçoados por Deus.

APÊNDICE - 

ENTENDENDO OS FATOS EM MALAQUIAS SOBRE O DIZIMO

Tome sua Bíblia e leia atentamente os três primeiros capítulos de Malaquias e veja que o contexto inteiro está fundamentado na lei de Moisés, onde se ofereciam sacrifícios de animais, comemoravam-se festas e se entregava dízimos. Veja o que estava ocorrendo com o povo de Israel:

CAP. 1:7: Pães imundos sobre o altar. 

CAP. 1:8: Animais cegos, coxos e doentes sobre o altar. 

CAP. 1:10: Fogo debalde no altar do Senhor. 

CAP. 1:11: Incenso e oblação pura. 

CAP. 1:12: Mesa impura e comida desprezível.

 CAP. 1:3: Esterco do sacrifício. 

CAP. 2:4 e 8: Aliança com Levi. 

CAP. 2:13: Altar do Senhor com lágrimas e choro. 

CAP. 2:4: Ofertas de Judá como nos dias antigos. 

CAP. 2:8: Dízimos e ofertas alçadas. 

CAP. 2:14: Andar em luto.

Como podemos agora tomar o texto de Malaquias, extrair a porção contida nos versos 8-10 do capítulo 3 e fazer uma aplicação de roubo de dinheiro para os cristãos de nossa época? Os ladrões do livro de Malaquias são outros e eles não estão roubando dinheiro! 

MALAQUIAS 3:8-10 NÃO É PARA VOCÊ!

O leitor atento notará que Malaquias 3:8-10 pertence a um grande texto com início no capítulo 2 verso 1 estendendo-se até o verso 18 do capítulo 3. (Faz-se necessário ler todo o texto para se captar o contexto).

Atente para o primeiro verso do capítulo 2. Para quem é a dura mensagem? Para os sacerdotes, é claro! "Agora, ó sacerdotes, este mandamento é para vós". A mensagem é para os sacerdotes e não para nós. Eles é que estavam roubando a Deus, e ainda eram bem hipócritas. Veja as ligações do contexto: 

a) Em que nos amaste? (1:1) 

b) Em que desprezamos? (1:6) 

c) Em que te havemos profanado? (1:7) 

d) Em que o enfadamos? (2:17) 

e) Em que havemos de tornar? (3:7) 

f) Em que te roubamos? (3:8) 

Mesmo o trecho "vós a nação toda" (Mal. 3:9) é dirigida a eles. É uma hipérbole, uma figura de linguagem que Malaquias usou querendo dizer: "Ta todo mundo roubando". 

Entretanto, mesmo que toda a nação estivesse roubando a Deus, a responsabilidade ainda era dos sacerdotes conforme declarado no verso 8 do capítulo 2: "Mas vós vos desviastes do caminho, a muitos fizestes tropeçar na lei". 

A Bíblia contém mensagens específicas para determinadas pessoas. Não podemos tomá-las e sair por aí aplicando-as às nossas vidas. Imaginemos um cristão sincero chegando em casa aflito depois de um sermão. Então veementemente conclama a esposa e aos filhos para arrumarem as malas pois terão que mudar daquela casa, daquele bairro, daquela cidade já! Para onde irão? Para onde Deus mostrar! Por quê? Ordem bíblica: " Sai da tua terra, da tua parentela, e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei" (Gênesis 12:1). Isto não seria uma loucura? É bom que fique bem claro que esta ordem foi dada por Deus especificamente ao patriarca Abraão. Ele deveria se mudar de casa, de cidade, de país. Ele e não nós. 

Se aplicarmos o mesmo raciocínio para a ordem que Deus deu a Moisés logo, logo veremos alguns cristãos loucos conversando com pedras pois Deus lhe disse: "Fala à Rocha" (Números 20:8). É para nós este mandamento? Devemos sair por aí dialogando com os rochedos? Ou deveria alguém começar a construir uma arca só porque a Bíblia ordenou a Noé "Faze para ti uma arca de madeira" (Gênesis 6:14)? 

Quando Deus fala com Abraão é com Abraão. Quando Ele fala com Moisés é com Moisés. Com Noé, Noé. Com sacerdotes, sacerdotes. É claro que a Bíblia está repleta de grandes conselhos que podemos e devemos tomar para nós, mas precisamos submetê-los aos princípios hermenêuticos adequados. 

Dizer que Malaquias 3:8-10 é uma mensagem para os cristãos do século XXI é uma fraude exegética. Deus estava dizendo que os sacerdotes eram ladrões!

Misael Malagoli

Retornar ao inicio desta  página

Retornar a  página matérias

 Retornar à página inicial